Direito mais simples, acessível e próximo de você

Lopes Domingues Advogados

Lopes Domingues Advogados / Artigos  / Crimes praticados em ambiente virtual

Crimes praticados em ambiente virtual

O isolamento social e os delitos praticados em ambiente virtual

A pandemia causada pela Covid-19 alterou sobremaneira a rotina da população mundial. O isolamento social recomendado pela Organização Mundial da Saúde e pelo Ministério da Saúde tanto preveniu a disseminação da doença, quanto alterou demandas do setor de segurança. Era mesmo esperada a diminuição de determinados crimes, mas o aumento de outros.

Se o isolamento contribuiu para a diminuição dos delitos que dependem de interação humana, também criou oportunidades para a prática de crimes virtuais, que já eram crescentes em razão da evolução tecnológica verificada nos últimos anos.

O aumento expressivo do uso de plataformas eletrônicas, sistemas virtuais e dos próprios computadores durante a quarentena expôs as pessoas aos cibercrimes, o que, obviamente, atraiu a atenção dos criminosos. O crime informático foi inegavelmente impulsionado pelas mudanças de rotina introduzidas pela pandemia.

É o que o escritório tem sentido na assessoria criminal de seus clientes de varejo eletrônico: crimes cibernéticos, infelizmente, tem sido cada vez mais comuns no dia a dia das plataformas de e-commerce.

Se medidas de segurança são reconhecidamente importantes na prevenção de incidentes, providências remediadoras são igualmente fundamentais quando o crime virtual ocorre. Quanto mais rápidas, efetivas e adequadas forem ações tomadas, maiores as chances de mitigação dos prejuízos e identificação dos criminosos.

Assessorando um de seus clientes de varejo, a equipe criminal do escritório foi responsável por auxiliar a Polícia Civil na recuperação de mercadorias adquiridas por meio de fraude na utilização da plataforma e-commerce.

Depois da apresentação de informações detalhadas sobre o ocorrido, a Polícia Civil do Estado de São Paulo deu início à investigação do crime. Foram cumpridos 24 (vinte e quatro) mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados, o que resultou na recuperação de diversos itens, com destaque para produtos eletrônicos.

As mercadorias encontradas foram apreendidas, assim como os equipamentos utilizados para realizar as compras. Ao final da operação, quatro pessoas foram presas em flagrante pela prática de estelionato e associação criminosa. A bem-sucedida ação policial foi divulgada no site da instituição¹ .

A evolução tecnológica trouxe novas formas de praticar velhos crimes. E a falta de conhecimento dos usuários, vulnerabilidades sistêmicas, desconhecimento das autoridades e, principalmente, o uso crescente de ferramentas virtuais sugerem que crimes eletrônicos tendem a se intensificar.

É muito importante que as empresas de varejo eletrônico adotem medidas eficazes de prevenção. Mas agir com velocidade, precisão e adequação quando o crime acontece é tão importante quanto.

A remediação, afinal, retira a falsa sensação de anonimato do criminoso, o que contribui com a prevenção de novos casos.

1 – https://www.policiacivil.sp.gov.br/portal/faces/pages_home/noticias/noticiasDetalhes?rascunhoNoticia=0&collectionId=358412565221053299&contentId=UCM_061123&_afrLoop=1454265571266617&_afrWindowMode=0&_afrWindowId=th25gv59j_66#!%40%40%3F_afrWindowId%3Dth25gv59j_66%26collectionId%3D358412565221053299%26_afrLoop%3D1454265571266617%26contentId%3DUCM_061123%26rascunhoNoticia%3D0%26_afrWindowMode%3D0%26_adf.ctrl-state%3Dth25gv59j_82